Crianças · Organização · Organização da Casa · organização dos brinquedos

Dicas de como ensinar o desapego para as crianças

Da lista do “DESAPEGO” parece que o item mais complicado é “BRINQUEDOS”. Não sei se mais pelo apego dos pais ou das crianças. Apesar de apostar mais no apego dos pais.
p1200298
Eu mesma, confesso que tinha muita dificuldade nesse momento, principalmente com a primeira filha. Afinal, cada brinquedo tem uma história, um valor e um sentimento. Já melhorei muito quanto a isso, mas me fará um bem danado melhorar ainda mais.
Com 3 filhos e morando num apartamento, se os brinquedos não saírem, vai ter um momento que alguém terá que sair. kkkkk
Mais uma coisa que tenho muito forte em minha mente é o respeito pelas coisas dos outros, mesmo que esse “outro” seja o seu filho ainda criança. Nunca consegui me desfazer de nada sem o conhecimento deles ou até mesmo a permissão. Por que afinal, é com atos que se ensina.
E acredito que esse momento é muito importante e a criança deve sim saber e participar dessa sessão de desapego. Estarão aprendendo que exitem pessoas que precisam do que estamos simplesmente guardando.
img_6412
Para tornar essa tarefa um tanto mais fácil use as seguintes dicas:
– Não pergunte se a criança ainda gosta desse brinquedo e sim se ela ainda brinca. Afinal, se está guardado há tanto tempo, pode fazer a felicidade de outras crianças.
– Pergunte se esse brinquedo é para a faixa etária dela, pode até mostrar na embalagem dos brinquedos. Geralmente elas não vão querer brincar com coisa de “criancinha”. rs
– Sugira a ela doar os brinquedos fora da faixa etária para um amigo mais novo.  
– Conte para a criança que tem muitas outras crianças que não tem brinquedo nenhum e ficaria muito feliz em brincar com esses que ela não brinca mais.
– Mostre que para entrar brinquedos novos os velhos precisam sair. 
Depois me conta o resultado! Bom desapego!
Beijinhos,
Tati
Casa · Organização · Organização da Casa · organização dos armários · organização dos brinquedos · Organização Pessoal

Desapegue, Destralhe e Organize

O fim do ano chegou e já deve estar em seus planos aquela tradicional ORGANIZAÇÃO DE NATAL. Afinal, é a parentada que vem visitar ou é você quem vai viajar e quer deixar tudo em ordem. Enfim, não importa o seus motivos o que importa é entrar o ano com tudo no lugar.

Se você está aí se descabelando do outro lado e pensando que nem tem ideia de como e nem por onde vai começar, vamos com calma.

desapegue-se-do-mau-do-pesado-de-tudo-que-ja

O certo é que, não dá para organizar TRALHA e ponto final!

O primeiro passo para uma boa organização, é sempre se livrar do que está ocupando espaço sem necessidade. Afinal, está ocupando o lugar de algo que realmente tem importância. Sendo assim: DESAPEGUE!!!

Ahhhh e não venha com essa história de que não tem nada para descartar, porque sei que tem. Todo mundo tem.

Para facilitar nossa vida, preparei uma lista de coisas que provavelmente você e eu tenhamos para descartar. E se você se lembrar mais alguma coisa, coloque aqui nos comentários para entramos juntos nesse missão.

Vamos lá, DESAPEGUE E DESTRALHE! (Clique na imagem, salve e mande imprimir.)

 

Imagem6.png

Imagem3.png

 

Beijinhos,

Tati

 

 

 

 

 

 

 

Casa · Crianças · Organização · Organização da Casa · organização dos brinquedos

Organizando os brinquedos

P1200302

Que lugar de criança é brincando, ninguém dúvida disso. Mas, qual é a melhor forma de organizar tantos brinquedos?

Com três filhos, vocês imaginam que minha casa quase se tornou uma loja de brinquedos. A Lu cresceu e já doou quase todos os seus, ficou apenas com aqueles do coração. Só que os meninos ainda tem muita coisa.

Claro que, pelas regras, os brinquedos devem estar à altura e ao alcance dos pequenos. Isso é fácil, quando se tem uma casa grande, um brinquedoteca ou até mesmo um quarto para cada um. Não é o meu caso e, acredito que também não seja o da maioria das pessoas.

Quando eles ainda eram bem pequenos, percebi a necessidade de separar os brinquedos por categoria. Eles me pediam um brinquedo especifico e eu não tinha ideia onde estava.

Foi aí que eu categorizei em caixas organizadoras transparentes. Separei, animais, aviões, carrinhos pequenos, carrinhos grandes, pelúcias, carrinhos de controle, personagens, lego (brinquedo favorito), letrinhas e por aí vai. Eles se acostumaram tanto que já me pedem para pegar a caixa dos brinquedos que querem brincar. Claro que, no final da brincadeira tudo deve voltar ao lugar.

P1200300

 Como falei, tenho um quarto só para os dois e os brinquedos ficam, na sua grande maioria, nos maleiros dos armários.

Como eles já estão maiores, existe um espaço que eles já alcançam. E lá eu coloco aqueles brinquedos mais requisitados, como o Lego e os Aviões. Já os outros vou mudando, para que eles estejam sempre brincando com tudo.

A gente precisa estar atento à faixa etária da criança e ir doando aqueles brinquedos que já não são mais para a idade delas e tornando de mais fácil acesso aqueles que podem despertar mais vontade de brincar. Os meus por exemplo, estão na fase dos jogos de tabuleiro.

P1200298

Alguns podem e devem ser usados na própria decoração do quarto.

P1200310

Sei que é complicado resistir a uma loja de brinquedo quando se tem filho pequeno em casa. Eu já fui de comprar mais, hoje penso até 10 vezes.

Estipule regras, quando um novo entrar um velho sai ou tenha datas para fazer aquele limpa e jogar fora os estragados e fazer doações.

Sempre que possível, brinque com as crianças. É um momento de relaxamento para você e de muito aprendizado e troca de carinho para elas.

Beijinhos,

Tati